• KSA Corretora de Seguros

Transferência de veículo: 4 cuidados que você precisa ter


Fazer a transferência de veículo da maneira correta é o melhor jeito de evitar problemas futuros. Até porque, ninguém merece receber multas e notificações depois do carro já ter sido vendido, não é mesmo?

Isso porque é necessário enfrentar toda a burocracia, encontrar o dono atual, conversar sobre a multa, cobrar o valor e passar os pontos para sua carteira – na verdade, a chance disso não acontecer é muito grande.

Portanto, livre-se desses imprevistos seguindo os 4 cuidados que são necessários em toda transferência de veículo.

1. Faça a transferência somente depois do pagamento

Tirou um extrato no banco e o dinheiro está na sua conta bancária? Perfeito, agora já pode fazer a transferência. Caso contrário, não acredite na promessa das pessoas e deixe bem claro que só fará a transferência de veículo após a confirmação do pagamento.

Essa é uma maneira para você evitar que imprevistos aconteçam. Por mais que a pessoa seja de confiança, é complicado arriscar perder o veículo. Então, tenha bastante atenção com isso e não acredite em palavra, principalmente a de estranhos.

2. Preencha o Documento Único de Transferência (DUT)

Após a confirmação do pagamento, chegou a hora de preencher o documento único de transferência do veículo, conhecido popularmente como DUT.

Para isso, é necessário que você preencha com os dados do novo dono, coloque a data da transferência e reconheça firma. A emissão deste documento é feita na primeira vez que o carro é emplacado, e deve ser apresentado na venda.

Além disso, após preencher o DUT, é importante também tirar duas cópias autenticadas dele e de toda a documentação da venda. Dessa forma você comprova que o carro não é mais seu e, consequentemente, se protege de futuros problemas com o novo proprietário, como multas, por exemplo.

3. Comunique que o seu carro não pertence mais a você

Como falamos no tópico anterior, a melhor forma de você não ter problemas e incomodações futuras é informando que o carro não pertence a você, e mostrando a data que isso aconteceu para o Detran.

Portanto, depois que fazer a transferência do veículo e tudo estiver certo, leve uma das cópias autenticadas do DUT que tirou para o Detran da sua cidade e comunique que o carro não é mais seu.

4. Pesquise para ver se a transferência foi finalizada

Após passar 30 dias da transferência do veículo, você pode pesquisar pelo número do Renavam do carro no www.fazenda.(sigla do estado).gov.br, clicar no ícone de IPVA e verificar se, de fato, a transferência foi finalizada.

(Exemplo para acessar o site no Rio Grande do Sul: www.fazenda.rs.gov.br).

Caso a transferência de veículo não tenha sido feita, aconselhamos que você entre em contato com secretaria da fazenda para bloquear o veículo por falta de transferência. Assim, você evita que problemas maiores aconteçam.

Então, fique de olho com esses 4 cuidados na hora de fazer a transferência de veículo. Se você gostou do conteúdo, curta a nossa página do Facebook e acompanhe todas novidades do blog!

#transferênciadeveículo

Porto Alegre - Rio Grande do Sul: Rua Anita Garibaldi, 484/301

E-mail: ksa@ksaseguros.com.br

+55 51 3209.9705  |  +55 51 3330.7394

2020 - KSA Corretora de Seguros - Todos os Direitos Reservados

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Powered by

Agência Conectados - KSA Corretora de Seguros